segunda-feira, 4 de julho de 2016

Em quanto tempo chegaríamos na estrela mais próxima?

Eis a questão: se quiséssemos visitar a estrela mais próxima, a Proxima Centauri?








Ela está localizada a 4,2 anos-luz da Terra, ou seja, 39.734.219.280.000 de quilômetros, em outras palavras: quase 40 TRILHÕES de quilômetros.


Na ficção: a famosa USS Enterprise

   Vamos supor que utilizemos as tecnologias disponíveis no momento e nos basear na experiência própria: lançaríamos uma sonda em direção à Próxima Centauri a uma velocidade, no espaço interestelar que ficaria em torno dos 70 mil km/h (usando como exemplo as sondas Voyagers, que atualmente viajam aproximadamente à essa velocidade.).


                       Lançamento da Sonda New Horizons, a sonda a deixa mais rápido a Terra

    Nessa velocidade uma sonda enviada por nós levaria no mínimo 65 mil anos para chegar lá! 


Mas as enormes distâncias interestelares, e o longo tempo de viagem não seriam o pior problema se enviássemos uma nave tripulada com humanos em uma viagem tão longa. Nesse caso, seria necessário construir uma nave com um ecosistema artificial, com ciclo da água e produção de oxigênio, uma nave auto-sustentável.

   Isso nos dias de hoje é inviável tecnologicamente e economicamente ainda. Haveria ainda a questão do comportamento das pessoas e de sua saúde psicológica. O isolamento das pessoas, geração após geração na viagem poderia causar problemas psicológicos. Outro problema seria a forma como as pessoas se comportariam nesse ambiente confinado, além de enlouquecer poderiam se tornar agressivas e matar-se umas as outras, por diversos motivos, vivendo em total anarquia e comportando-se de forma bárbara.

   A velocidade mais alta atingida por uma sonda foi 252.792 km/h, pela sonda Hélios 2, só que isso nos domínios do sistema solar. Digamos que ela estivesse viajando no espaço interestelar à essa velocidade, ela chegaria à Proxima Centauri em "apenas" 17.943 ANOS!

À esquerda, Proxima Centauri, a estrela mais próxima da Terra

    Mesmo com todas essas limitações ainda, é possível sim que no futuro sejamos capazes de viajar à estrelas próximas, talvez em viagens de "apenas" centenas de anos ou poucos milênios, utilizando naves movidas à reações nucleares, ou através de "velas" sendo aceleradas pelos ventos solares e por potentes lasers.

0 Comentários:

© 2009 - 2011 Moleza na Beleza
Todos os direitos reservados.

  © Template Moleza na Beleza by Moleza na Beleza.

SUBIR